Veja as plantas dos meses anteriores:

VITÓRIA-RÉGIA

É uma das mais impressionantes plantas de todo o reino vegetal. Nativa do norte do Brasil, Bolívia e Guianas (rios amazônicos), de folhagem e florescimento decorativos. Folhas flutuantes, gigantes, com margens levantadas e avermelhadas, a face inferior com uma rede de nervuras e compartimentos cheios de ar, com pecíolo espinhento.

As flores desabrocham de botões espinhentos, de noite, sendo brancas, muito perfumadas, chegando a mais de 30 cm de diâmetro. Fecham no dia seguinte, para tornar a abrir ainda uma segunda noite, quando sua cor muda para o róseo.
Cultivada em lagos e tanques com profundidade de no mínimo 30 cm.

Para conseguir folhas exuberantes de 2m de diâmetro é necessário que as mudas sejam replantadas anualmente, na primavera. O tamanho da cova e a quantidade de terra bem adubada são fatores que determinam o tamanho e diâmetro da folhagem.

Temperatura: No inverno o tamanho das folhas diminui, até 15-20 cm de diâmetro e resiste à temperatura da água de 15°C

Luminosidade: Sol pleno.

Solo: plantio em covas muito amplas, com terra fartamente adubada.

Propagação: Divisão dos rizomas e por sementes.

Florada: Primavera - verão.

Adubação: (Sugestão): No plantio para 1m3 de terra: ¾ de substrato organo-argiloso,1/4 de composto ou esterco de gado curtido, 60L de húmus de minhoca, 500 gr de N-P-K 10-10-10, 500gr de farinha de osso e 1000 gr de calcário.

Curiosidades: Suas folhas com cerca de 2.0m de diâmetro podem suportar uma pessoa de 45kg sem afundar e suas flores com 0.30m de diâmetro possuem mais de 100 pétalas

Copyright © 2008 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por hostingdomus.com.br